Cuidados com o Cabeça de Leão

Ao  adquirir o coelho Cabeça de Leão de estimação, é extremamente importante garantir que ele seja tratado e mantido em boas condições. A expectativa de vida mais de 10 anos, mas para isso é necessário cuidar dele. Tendo trazido um novo amigo para a casa, você não deve atormentá-lo com carinho excessivo, comunicação excessiva.

O coelho com Cabeça de Leão está sujeito a estresse, e atenção desnecessária apenas agrava o assunto. Primeiro, você deve colocar o bebê na gaiola, dentro da qual um abrigo deve ser preparado, onde o animal de estimação decorativo possa se esconder de olhares indiscretos. Também é necessário evitar sons altos, o que também pode prejudicar a psique de um animal gentil.

O coelho é um animal de estimação muito inteligente, que pode ser acostumado ao banheiro. Uma bandeja é colocada no local onde o animal foi ao banheiro. A melhor opção é levar o coelho para a rua, mas isso é adequado para quem mora em uma casa particular, onde estranhos não assustam o coelho.

Se o animal de estimação decorativo passa a maior parte do tempo na gaiola, ele precisa ser escolhido em tamanhos grandes, para que ele sinta liberdade e possa levar um estilo de vida mais ou menos ativo. No entanto, o animal às vezes deve ser liberado, o que lhe proporcionará mobilidade normal.

Certifique-se de instalar recipientes para alimentos e bebidas em casa. Uma boa atitude de uma pessoa é recompensada com um comportamento exemplar de coelho, confiança. Este animal de estimação decorativo adora o tom suave de sua voz, quando você o altera, ele está alerta. O aumento do tom, o choro afeta negativamente o animal de estimação.

Saúde do coelho Cabeça de Leão

Devido às características de sua pelagem, o coelho cabeça de leão tende a sofrer acumulação de bolas de pelo no aparato digestivo, algo muito negativo devido ao fato de poder provocar uma obstrução intestinal. Por outro lado, é também como consequência da falta de higiene e cuidado do manto que a miíasie é outro dos problemas de saúde mais frequentes nesta raça. Ambos problemas podem ser evitados oferecendo os cuidados adequados. No entanto, às vezes é muito difícil, sobretudo na época de muda, evitar que nosso coelho ingira grandes quantidades de pelo. Nesses casos, o importante é recorrer a nosso veterinário de confiança, pois ele pode nos ajudar por meio da recomendação de produtos que facilitam a evacuação e dissolução das referidas bolas de pelo.

 Os dentes nunca deixam de crescer, por isso no coelho cabeça de leão, e qualquer outra raça, é possível observar problemas bucodentais devido a este super crescimento, como oclusões erradas. Por isso, temos de lhes proporcionar brinquedos, gravetos ou papelão sem tinta para que ao roê-los desgastem seus dentes de forma adequada e suficiente. .

Para confirmar que o estado de saúde de nosso coelhinho cabeça de leão seja o melhor possível, temos de realizar consultas regulares de exame com o veterinário ou veterinária. Nestes exames o/a especialista poderá detectar possíveis anomalias e propor o tratamento mais oportuno.

Além disso, se recomenda estar atualizado com as vacinas que existe para manter nosso coelho o mais protegido possível de doenças como a mixomatosis, mortal em praticamente todos os afetados.

Artigos Relacionados

Cães

Lhasa Apso

O Lhasa Apso é um dos cachorros de pequeno porte preferidos de quem deseja ter um pet em casa, mas mora em ambiente pequeno. Com pelos longos,

Veja mais »
Anemia em cães
Saúde

Anemia em cães

Como humanos, tendemos a achar sangue, e qualquer coisa relacionada a sangue, um pouco assustadora. Isso faz todo o sentido em um nível psicológico, mas

Veja mais »