Escolha de comida de cachorro: quatro fatores a serem considerados

Escolha de comida de cachorro: quatro fatores a serem considerados – American Kennel Club

Cada cachorro é diferente. Existem cães pequenos, cães grandes, cães ativos, cães com estômagos sensíveis e cães com sensibilidades dietéticas.

E é por isso que decidir um alimento para seu cão é uma escolha muito pessoal. Mas, em geral, o melhor alimento para seu cão deve atender às suas necessidades nutricionais. Aprenda sobre alguns dos fatores que você pode levar em consideração ao escolher a comida certa para o seu cão:

A raça do seu cão

Qual é a raça do seu cão? Bulldog? Ou talvez um Border Collie? A raça do seu cão é um fator que você deve considerar ao escolher uma ração para cães. Uma raça muito ativa, como o Border Collie, usará mais energia do que uma raça menos ativa, como o Bulldog. Portanto, o Border Collie exigirá mais calorias e as necessidades nutricionais de um cão serão específicas para seu estilo de vida ativo.

Tamanho do seu cachorro

Junto com a raça, o tamanho pode afetar o tipo de alimento que você escolhe para seu cão. Cães de raças grandes e cães de raças pequenas têm necessidades nutricionais diferentes. Raças pequenas, por exemplo, podem realmente exigir mais calorias por quilo do que cães maiores, devido às suas taxas metabólicas mais altas. Os cães grandes, por outro lado, muitas vezes requerem dietas especiais para evitar certos riscos à saúde.

Alergias e sensibilidades alimentares

Um passo muito importante a ser dado ao escolher uma comida de cachorro é ver como um determinado alimento afeta seu cão. Se o nível de energia do seu cão for adequado para sua raça e idade, se sua pele e pêlo forem saudáveis, se suas fezes forem firmes e marrons e se ele parecer estar com boa saúde em geral, sua comida provavelmente está fazendo seu trabalho.

Se, no entanto, seu cão tiver diarreia, problemas de pele ou uma pelagem com coceira, esses podem ser sinais de sensibilidade alimentar. Se você acha que seu cão tem sensibilidade alimentar, a melhor coisa a fazer é discutir o problema com seu veterinário. Ele poderá ajudá-lo a criar um plano de alimentação que combine com o do seu cão.

Um problema alimentar mais sério são as alergias. Se o seu cão tem uma verdadeira alergia alimentar, ele pode ter uma resposta imunológica mais imediata, semelhante ao choque anafilático. Nesse caso, você deve levar seu cão ao veterinário ou centro de atendimento de emergência imediatamente. Uma reação alérgica menos grave é observada com o desenvolvimento de urticária, inchaço facial ou coceira. Em casos de alergia alimentar verdadeira, é fundamental conversar com seu veterinário para identificar o problema e encontrar um alimento que seja seguro para seu cão.

Preferências pessoais de você e de seu cão

Lembre-se de que escolher uma comida para cachorro é, em última análise, uma decisão pessoal que depende de suas preferências e do que é melhor para ele. Diferentes donos de cães preferem certos tipos de ração, como ração seca em vez de úmida. Se você tem um cão idoso com problemas nos dentes, por exemplo, um alimento úmido pode ser mais fácil para ele comer do que ração seca.

Em última análise, a comida certa para o seu cão é aquela que atende às suas necessidades nutricionais e o mantém feliz e saudável.

Artigos Relacionados