Filhote de Beagle Harrier: 6 dicas para cuidar do seu filhote

Filhotes de cachorro são lindos, divertidos, têm bastante energia e precisam de cuidados especiais. Por isso, antes de adotá-los, prepare-se. Veja dicas!

Vai adotar filhotes de cachorro pela primeira vez? Ter um animalzinho em casa é um sonho para muitas pessoas, mas como eles precisam de atenção, carinho, alimentação certa, entre outros cuidados, é preciso esperar o momento certo para ter um amigo de quatro patas em casa.

Já que chegou a sua hora, é melhor pesquisar bastante antes de adotar os filhotes de cachorro. Assim, poderá preparar a casa para recebê-los e saberá como cuidar deles da melhor maneira.

Para ajudar você a desfrutar dos momentos com o seu novo pet da melhor forma, separamos algumas dicas. Confira e divirta-se com seus peludos!

Confira baixo dicas que vão te ajudar muito nos cuidados de seu filhote de Beagle Harrier

1. Prepare a casa para receber seu filhote

Adotar um ou mais filhotes de cachorro significa, basicamente, ter um novo membro da família em casa. Por isso, a chegada do animalzinho pode requerer adaptações ao seu lar.

Por exemplo, é necessário encontrar um local para colocar o comedouro, a água e o tapete higiênico. Além disso, é fundamental remover, de início, objetos pontiagudos ou frágeis que estejam em alturas baixas e , portanto, acessíveis.

Por mais que você já tenha um cachorro em casa, é preciso preparar seu lar para a chegada dos filhotes de cachorro. Em resumo, seu animal de estimação atual pode ter uma personalidade mais reservada. Por outro lado, o filhote pode ser mais ativo, quebrando objetos ou se aventurando por janelas e sacadas.

Quando você já tem um animal de estimação, outro ponto a se pensar é se o espaço de alimentação é suficiente ou se é necessário encontrar mais um local para essa finalidade.

2. Alimentação 

a necessidade energética do filhote é maior que a de um animal adulto, por isso, ofereça um alimento específico para a categoria. Os cães de pequeno porte devem receber dieta para filhotes, preferencialmente, até 9 a 12 meses; os de médio porte até 12 meses; e raças de grande porte até 18 a 24 meses.

3. Adquirindo Hábitos

Essa é a fase da vida em que o animal aprende a lidar com várias situações que podem fazer parte de sua rotina. Por isso, realize tarefas básicas para ele se acostumar, como a visita regular ao veterinário, a limpeza de ouvidos e dentes, algumas técnicas de adestramento etc.

4. Hora de Dormir

Durante a noite, mantenha-o em local aquecido e protegido, de preferência no local onde ele irá dormir definitivamente.

5. Passei com seu filhote

É recomendado que o cão tenha concluído o protocolo vacinal antes de sair de casa para evitar o contato com possíveis agentes de doenças infecciosas. Os passeios, além de serem uma atividade física importante, ajudam o animal a aprender a socializar com outras pessoas e outros cães. 

Procure um médico veterinário para cuidar da saúde do filhotinho de Beagle Harrier

6. Procure um Veterinário para te orientar

Tenha sempre um médico veterinário de confiança para te auxiliar nos cuidados com o filhote. O veterinário consegue mapear doenças e necessidades do animal, além de receitar vacinas, vermífugos e outros medicamentos que todos os filhotes precisam consumir. Assim como os bebês, filhotinhos são muito sensíveis. Eles ainda não possuem o sistema imunológico fortalecido e estão suscetíveis a várias doenças, o acompanhamento médico é essencial.

É visível a alegria que um pet traz para a família, mas cuidar de filhotes de cachorro é uma tarefa que requer comprometimento, paciência e algumas mudanças na casa.

Até mesmo cães que chegam adultos precisam de atenção para se adaptar, mas os cuidados com filhotes são diferentes e devem ser ainda mais intensivos.

Para receber seu novo amigo, vamos ensinar como cuidar de um filhote de cachorro. Continue a leitura e saiba tudo sobre o que é preciso para ter um novo pet em casa: vacinação, castração, alimentação e comportamento.

Artigos Relacionados

Cães Idosos
Saúde

Cães Idosos

Os cães séniores são os nossos cães especiais. Eles não têm a fofura ou a ostentação dos filhotes e geralmente não são o parceiro atlético

Veja mais »
Basenji

Filhotes de Basenji

Ao contrário da maioria dos cães, o Basenji não é totalmente “domesticado”, sendo considerado um cão do ´tipo primitivo´. Essa qualidade faz com que ele

Veja mais »