Filhote de Border Terrier: 6 dicas para cuidar do seu filhote

Filhotes de cachorro são lindos, divertidos, têm bastante energia e precisam de cuidados especiais. Por isso, antes de adotá-los, prepare-se. Veja dicas!

Vai adotar filhotes de cachorro pela primeira vez? Ter um animalzinho em casa é um sonho para muitas pessoas, mas como eles precisam de atenção, carinho, alimentação certa, entre outros cuidados, é preciso esperar o momento certo para ter um amigo de quatro patas em casa.

Já que chegou a sua hora, é melhor pesquisar bastante antes de adotar os filhotes de cachorro. Assim, poderá preparar a casa para recebê-los e saberá como cuidar deles da melhor maneira.

Para ajudar você a desfrutar dos momentos com o seu novo pet da melhor forma, separamos algumas dicas. Confira e divirta-se com seus peludos!

Confira baixo dicas que vão te ajudar muito nos cuidados de seu filhote de Border Terrier

1. Prepare um bom Local 

Como todo bebê, os filhotes de cachorro também precisam de um local protegido do frio, vento e do calor intenso. O ideal é que você providencie uma caminha e coloque dentro de casa. Em dias mais frios, não se esqueça de colocar um cobertor bem quentinho.

2. Alimentação 

a necessidade energética do filhote é maior que a de um animal adulto, por isso, ofereça um alimento específico para a categoria. Os cães de pequeno porte devem receber dieta para filhotes, preferencialmente, até 9 a 12 meses; os de médio porte até 12 meses; e raças de grande porte até 18 a 24 meses.

3. Adquirindo Hábitos

Essa é a fase da vida em que o animal aprende a lidar com várias situações que podem fazer parte de sua rotina. Por isso, realize tarefas básicas para ele se acostumar, como a visita regular ao veterinário, a limpeza de ouvidos e dentes, algumas técnicas de adestramento etc.

4. Hora de Dormir

Durante a noite, mantenha-o em local aquecido e protegido, de preferência no local onde ele irá dormir definitivamente.

5. Seu filhote pode Chorar

Caso você os adote assim que eles desmamarem, ou seja, caso pegue os filhotes de cachorro que estavam ainda com a mãe, provavelmente eles irão chorar por uma ou duas noites. Faz parte do processo de adaptação.

Além de dar atenção aos pequenos integrantes da família, é interessante adquirir um bichinho de pelúcia apropriado para cães brincarem. Os filhotes costumam gostar de dormir ao lado deles e tendem a ficar mais calmos.

Vale lembrar que o filhotes de cães só devem ser desmamados com no mínimo 30 dias de vida, mas o ideal é que mamem com até 60 dias. Antes disso, é importante que ingiram o leite da mãe.

Procure um médico veterinário para cuidar da saúde do filhotinho de Border Terrier

6. Socialize seu filhote com outros cães

Apresente novas experiências lentamente e nunca deixe o filhote ficar sobrecarregado. Leve o seu cachorro para o Petshop, pois lá tem grande oportunidade de socialização. Deixe seu filhote, de gato ou de cachorro, encontrar pelo menos duas pessoas novas todos os dias. Isso funciona para que o seu cãozinho ou o seu gatinho não cresça estranhando pessoas diferentes da família. As suas visitas agradecem.

Cachorros demandam diversos cuidados, ainda mais quando são filhotinhos. Lembre-se que eles são animais em desenvolvimento, são instintivos e curiosos. O período de  recepção é um momento de aprendizado sobre o novo estilo de vida.

Cada filhote possui a sua personalidade, animais procriados em cativeiros ou que sofreram maus tratos tendem a ter um tipo de personalidade, já os animais que tiveram contato com a mãe tendem apresentar outros comportamentos. Inicialmente, os filhotinhos apresentam medo e desconfiança, mas em um curto período de tempo eles já sentem felizes e entendem todos os cuidados que recebem, até reconhecem os seus novos donos.

Ao receber um filhote de cachorro tenha muita atenção, busque saber sobre a história dos pais do animal, pesquise sobre a raça e organize a sua casa para receber o novo membro da família. Ao organizar o ambiente, reserve um espaço no seu lar para alocar os itens de necessidade do pet…  Será um espaço para o cãozinho chamar de seu.

Artigos Relacionados

Blog / Dicas

Origem do Ragamuffin

Origem do Ragamuffin A criadora de gatos Persa Ann Baker foi a responsável pelo surgimento dessa raça, no começo dos anos de 1960. Baker resgatou

Veja mais »