Meu cachorro pode comer esses superalimentos humanos?

Pesquisas sugerem que certos superalimentos são ótimos para a saúde humana e podem até estender sua vida útil. Mas o que os superalimentos fazem pelos cães? Há algum problema em alimentar seu cão com esses alimentos?

O que são alimentos “super”?

De acordo com a American Heart Association (AHA), embora não haja critérios padrão, os alimentos que são embalados em nutrientes e são bons para a saúde (ou seja, mirtilos, couve, salmão) são frequentemente considerados “superalimentos”.

Os superalimentos geralmente contêm uma grande dose de vitaminas e minerais, como antioxidantes, fibras ou fitoquímicos que ajudam a prevenir doenças e podem até prolongar a vida humana. A AHA conclui que esses alimentos são bons para o coração e para a saúde, principalmente quando incorporados a uma dieta balanceada.

Mas e quanto aos seus animais de estimação? Esses alimentos ricos em nutrientes apoiam a saúde de nossos cães?

Quais superalimentos são seguros para meu cão comer?

Amoras

Os mirtilos são considerados um superalimento porque são pobres em calorias e ricos em vitamina C, fibras, antioxidantes e fitoquímicos.

E, de fato, mirtilos são ótimos para cães e humanos. O mirtilo pode até melhorar a saúde dos animais. Estudos mostram até que os antioxidantes encontrados nos mirtilos podem resultar em melhorias significativas na função cognitiva em cães idosos e ajudam a apoiar a saúde das articulações e dos ossos em cães ativos.

Como acontece com todos os alimentos para humanos, você deve alimentar seu cão com mirtilo com moderação. Consulte seu veterinário se tiver dúvidas e monitore seu cão de perto após adicionar ou alterar sua dieta.

Cranberries Frequentemente conhecido como um suplemento natural para a saúde urinária, as cranberries têm muitos benefícios adicionais. Eles são uma fonte natural de vitaminas C, E e K. Além disso, como os mirtilos, são pobres em calorias e gorduras, mas ricos em fibras e antioxidantes.

Com todos esses nutrientes, cranberries para cães podem ser um bom complemento para complementar sua dieta. No entanto, você não deve alimentar seu cão com cranberries, porque eles têm dificuldade em digeri-las. Em vez disso, você pode encontrar suplementos de cranberry ou guloseimas com cranberries como um ingrediente para compartilhar este superalimento com seu cachorro.

Dandelion Greens Quem teria pensado que esta planta tomando conta do seu jardim poderia realmente ser um superalimento? Dente-de-leão – as partes do caule e da folha da planta – são uma fonte natural de vitaminas A, C, K, D e B. Além disso, eles têm minerais como cálcio, potássio e prebióticos como inulina.

As folhas de dente-de-leão são conhecidas pelos fitoterapeutas como o “remédio vegetal perfeito” e costumam ser usadas para melhorar a função hepática e auxiliar na digestão. Eles também são uma boa fonte de flavonóides, o que pode ajudar a reduzir o risco de doenças.

Portanto, se você pegar seu cachorro mordiscando grama, veja se há alguma folha de dente-de-leão ali! As folhas de dente-de-leão são seguras para cães e, com todos esses nutrientes, um grande benefício para a saúde.

Óleo de salmão O salmão é uma excelente fonte de proteínas, gorduras boas e aminoácidos. Suporta um sistema imunológico saudável, além de promover a saúde articular e cerebral. Muitas vezes, é recomendado como um alimento saudável para o coração para humanos.

Dito isto, o salmão para cães é perfeito para ajudar na saúde da pele e da pelagem. Você pode dar suplementos de óleo de salmão para cães ou adicionar o óleo à comida. Embora não seja uma fonte de proteína, o óleo de salmão é uma boa fonte de ácidos graxos que podem ajudar a manter a saúde da pele e da pelagem.

Mais uma vez, consulte o seu veterinário sobre o melhor plano para a saúde do seu cão. Se você decidir adicionar algo como óleo de salmão à dieta dele, certifique-se de monitorá-lo de perto ao dar a ele pela primeira vez.

Óleo de coco Freqüentemente usado por seus benefícios para o cabelo e a pele, o óleo de coco também contém gorduras benéficas para auxiliar na digestão. Além disso, o óleo de coco contém ácido láurico, que tem propriedades antibacterianas, antivirais e antifúngicas.

Portanto, se você está procurando evitar coceira ou ressecamento na pele, o óleo de coco para cães é uma ótima opção. É seguro para cães, mas deve ser introduzido lentamente e usado com moderação.

Consulte seu veterinário para desenvolver um plano de uso de óleo de coco para a pele do seu cão.

Salsa Você ficaria surpreso ao saber que esta erva comum é rica em vitaminas e minerais que fornecem benefícios substanciais à saúde.

A salsa é uma fonte natural de vitaminas C, A e K. Essas vitaminas ajudam no suporte imunológico, na visão e na coagulação sanguínea saudável. A salsa também contém ácidos fólicos e antioxidantes que ajudam a promover a saúde renal e urinária.

Você tem que ter cuidado ao alimentar seu cão com essa super erva. Salsa de folhas crespas está bem, mas a salsa de primavera pode ser tóxica. Como a salsa é um diurético, você deve administrá-la ao seu cão com moderação. Muitas guloseimas, alimentos e mastigações dentais são feitos com salsa, e isso torna mais fácil dar esta erva saudável ao seu cão.

Alimentando seu cão com superalimentos

Se você decidir aproveitar algumas das vantagens desses superalimentos para a saúde, consulte seu veterinário para obter o melhor plano de nutrição para seu cão.

Conforme descrito acima, alguns desses alimentos humanos podem ser dados ao seu cão diretamente, enquanto outros podem ser incorporados à dieta do seu cão por meio de alimentos para cães ou guloseimas.

Artigos Relacionados

Blog / Dicas

Chihuahua Preço

O chihuahua é um cão muito desejado por isso existem canis com demandas de preços diferentes. O Preço do  chihuahua filhote varia de R$ 1.400,00

Veja mais »
Blog / Dicas

Origem do Bullmastiff

Origem do Bullmastiff O bullmastiff surgiu no século XIX por guarda-caças britânicos para proteger as propriedades de caçadores ilegais. Ao cruzar o grande mastiff com o bulldog,

Veja mais »