O poder da terapia de reabilitação canina

O poder da terapia de reabilitação canina

A fisioterapia canina é um campo crescente de tratamento veterinário alternativo que pode ser muito benéfico para os cães. É mais comumente referido como terapia de reabilitação canina, uma vez que o termo fisioterapia é na verdade uma marca registrada por fisioterapeutas humanos.

O que a terapia de reabilitação pode ajudar?

Cães artríticos e aqueles que se recuperam de cirurgias ortopédicas debilitantes são pacientes típicos para a terapia. Também é usado para apoiar cães com outros problemas musculoesqueléticos ou condições neurológicas. A implementação desses tratamentos não invasivos e sem drogas pode aumentar a mobilidade e a força. Também pode promover uma recuperação mais rápida, reduzir a dor crônica e, o mais importante, melhorar a qualidade de vida de um cão.

Cães obesos podem sofrer uma tensão significativa em suas articulações e sofrer de problemas de mobilidade e dor. Desenvolver um plano de reabilitação que inclua exercícios suaves, de baixo cardio e de baixo impacto pode ajudar a mudar os quilos.

Atletas caninos competitivos também podem se beneficiar, já que lesões ao participar de coisas como agilidade ou flyball são comuns. A terapia de reabilitação pode ajudar na recuperação, promover o condicionamento ideal e aumentar a consciência da posição corporal.

O que você pode esperar em uma consulta inicial de terapia de reabilitação?

Os profissionais de reabilitação examinarão o histórico médico fornecido pelo veterinário. Eles também realizarão um exame físico completo, analisando a marcha, a amplitude de movimento e a massa muscular do seu cão. O praticante também estará olhando para você para obter informações. Você deve observar cuidadosamente a linguagem corporal, os movimentos e o comportamento do seu cão em busca de sinais de dor.

A importância de um encaminhamento veterinário

Um praticante de reabilitação canina certificado não deve iniciar o tratamento sem uma referência veterinária. Para cães com artrite crônica ou outros problemas musculoesqueléticos contínuos, as sessões geralmente coincidem com a administração de medicamentos tradicionais. Um número crescente de veterinários tem membros da equipe certificados no local que podem apoiar seu cão e, se não, eles geralmente recomendam um especialista.

A Dra. Jennifer Devine Fritzler chefia o departamento de reabilitação do Hospital Veterinário Rose Rock, de gerência familiar, em Oklahoma. “É muito importante procurar veterinários certificados em reabilitação veterinária”, diz ela, “especialmente aqueles que são reconhecidos como membros da Associação Americana de Veterinários de Reabilitação (AARV). A AARV estabeleceu Padrões Modelo para Prática de Reabilitação Física Veterinária que todos os membros devem cumprir e se esforçar.”

Quais são alguns dos tratamentos de reabilitação Seu cão pode ter?

Um plano de reabilitação pode envolver consultas diárias ou semanais, e geralmente ocorrem ao longo de vários meses. Os tratamentos geralmente são multifacetados. “Existem muitas modalidades disponíveis que devem ser incorporadas para um programa de terapia de reabilitação bem-sucedido e completo”, aconselha o Dr. Devine Fritzler.

Estas são algumas das mais comuns:

Terapias Manuais

Com técnicas de massagem terapêutica e quiroprática, o praticante irá manipular as articulações e os músculos manualmente. Além de promover a mobilidade, a massagem pode melhorar a circulação, aliviar a dor e ajudar seu cão a se sentir mais relaxado.

Programas de Exercícios O uso de uma ampla variedade de exercícios promove o aumento do movimento, força muscular e flexibilidade. Eles também podem ser fantásticos para estimular a consciência corporal e um melhor equilíbrio. Tais atividades podem incluir o uso de bolas de exercício, blocos de equilíbrio, therabands ou pranchas de balanço. Peso incremental e treinamento de resistência também são úteis em alguns casos.

Eletroterapias

Dependendo da complexidade do caso, os tratamentos podem envolver terapia a laser, ultra-sons, máquinas TENS e outros músculos elétricos ou estimulação nervosa. Estes podem ajudar no alívio da dor e na prevenção da atrofia muscular e também podem ajudar na cura e reduzir a inflamação.

Hidroterapia e Outros Tratamentos Complementares A natação guiada por um reabilitador canino, conhecida como hidroterapia, permite a flutuabilidade e coloca o mínimo de esforço nas articulações em recuperação ou doloridas. Também promove uma boa amplitude de movimento e a resistência à água ajuda a tonificar e fortalecer.

Às vezes, a hidroterapia inclui o uso de uma esteira na água. Mas o Dr. Devine Fritzler enfatiza a importância de trabalhar com um profissional certificado, pois o uso indevido de esteiras subaquáticas pode causar mais lesões.

Profissionais certificados também podem introduzir a acupuntura como parte de um plano de tratamento. Isso envolve a inserção de agulhas em pontos de pressão específicos no corpo do cão para estimular o sistema nervoso.

Kali Nine LLC/Getty Images

Ajude seu cão a ficar relaxado durante uma sessão

Se você tiver sorte, pode ter um cachorro que gosta de atenção e contato físico. Para eles, massagens regulares e banhos de carinho serão uma experiência relaxante. Alguns cães até adormecem durante o tratamento.

Para outros filhotes, principalmente se estiverem com muita dor ou geralmente nervosos, é inicialmente uma experiência estressante. Portanto, selecionar um profissional que seja calmo, paciente e tranquilizador garantirá uma experiência mais positiva para o seu cão. Profissionais qualificados irão incorporar técnicas de manejo de baixo estresse e evitar forçar ou restringir seu cão sempre que possível.

Técnicas de manejo em casa

Pode ajudar a acostumar seu cão a ser massageado em casa (o que também é apenas uma maneira relaxante de se relacionar com seu cão). Esteja ciente da linguagem corporal do seu cão – se ele estiver desconfortável, trabalhe para introduzir as coisas mais lentamente. Certifique-se de ter muitas guloseimas deliciosas à mão.

Você provavelmente receberá exercícios para fazer com seu cão em casa e também poderá ter que fazer alguns ajustes no espaço de vida do seu cão. Isso pode incluir o uso de tapetes antiderrapantes para ajudar seu filhote a se equilibrar ou passos para permitir que ele se levante e desça do sofá ou da cama com segurança.

Alguns cães precisarão de órteses ou outros dispositivos auxiliares para promover o uso adequado dos membros, e exercícios regulares em casa podem ajudar a uma recuperação mais rápida e bem-sucedida.

Um futuro brilhante

Desde a introdução de seu departamento de reabilitação em 2015, diz o Dr. Devine Fritzler, o hospital obteve sucesso com muitos pacientes caninos diferentes, em medicina pós-operatória, sênior e esportiva. “Também temos muitos pacientes com câncer e doenças degenerativas que oferecemos cuidados paliativos e terapias de controle da dor para deixá-los confortáveis ​​à medida que suas condições progridem.”

E é essa capacidade de cuidar de cães doentes sem depender de medicamentos invasivos que está tornando a terapia de reabilitação canina cada vez mais popular entre os donos de cães.

Artigos Relacionados

Beagle

Curiosidades Sobre Beagle

Acredita-se que, na sua origem, o beagle chamava atenção por sua incansável disposição e energia, ansioso para descobrir o mundo com a sua admirável habilidade

Veja mais »