Origem do Cane Corso

Origem do Cane Corso

 Cane corso sua origem  é italiana era companheiro dos antigos romanos. Seu nome vem também do italiano e originalmente era cane de corso, que, numa tradução livre, significa “cão de curso”, ou seja, a raça era utilizada em muitas expedições e batalhas, sempre ao lado de grandes nomes e exércitos.

O fato de ser descendente da raça canis pugnax (do latim “briga de cães”) gerou uma expectativa de que o cane corso fosse agressivo, mas o que aconteceu na verdade foi o contrário. Depois da queda do Império Romano, a raça foi bastante utilizada nas fazendas e comércios. Ela ajudava a pastorear e recuperar animais pelo campo e, de quebra, também servia como segurança das casas e lojas.

Mas o cane corso nem sempre foi bem tratado por onde passou. A raça quase chegou a ser extinta em seu próprio país, e hoje tornou-se uma raridade na Itália. A sorte é que muitos apaixonados por esse cachorro conseguiram preservar a muito custo alguns exemplares, que se reproduziram em lugares mais amigáveis. Vindo para o Brasil, o cane corso foi e é adorado por onde passa e conhecido pelo título de “cão de guarda”. 

Hoje, o Cane Corso é muito raro em seu país de origem. Ele foi quase instinto nos anos 70 mas alguns apaixonados pela raça conseguiram fazer com que isso não acontecesse. No Brasil a raça é muito usada como  cão de guarda .

 

 

Artigos Relacionados

Gatos

Snowshoe

O gato Snowshoe lembra um Siamês, mas um Siamês que decidiu calçar luvas brancas. É exatamente dessa característica que vem o nome da raça, Snowshoe

Veja mais »