Origem do Sagrado da Birmânia

Origem do Sagrado da Birmânia

Originário da Birmânia, este gato nasceu do cruzamento de um Siamês de patas brancas com uma raça de pêlos longos (Angorá ou Persa). Acredita-se que esta raça vivia nos templos budistas birmaneses e foi levada para a Europa no início do século XX. Após a segunda guerra ela quase se extinguiu.

A raça Sagrado da Birmânia foi recentemente introduzido na Europa, tendo sua origem desconhecida. Acredita-se que os ingleses foram os primeiros a trazerem um casal de gatos de um templo na Birmânia. A raça, representada por uma fêmea Seal point, foi exibida em Paris no ano de 1926. Outra teoria conta que a raça teve origem de um Siamês com marcas brancas nas patas cruzado com raças de pelo longo, como o Angorá e o Persa.

Durante a Segunda Guerra Mundial a raça quase desapareceu e por conta disso foi introduzido o Persa Colourpoint em sua criação, restringindo a consanguinidade. O gato Sagrado da Birmânia recebeu esse nome para não ser confundindo com a raça Burmese (Birmanês em Inglês). Chegou aos Estados Unidos na década de 1950. Atualmente esse felino é bastante popular.

 

 

Artigos Relacionados

Veneno de estimação
Saúde

Veneno de estimação

Embora todos tenham falado assistindo e lendo sobre os atuais problemas de saúde, COVID-19, este mês, temos que nos lembrar de que cães e gatos

Veja mais »