Preparação para emergências: o guia essencial para proprietários de cães

Preparação para emergências: o guia essencial para proprietários de cães

Nos últimos anos, a proliferação de desastres naturais deixou uma coisa muito clara para mim: minha família precisava de um plano de desastre para nossos cães.

Em setembro de 2017, minha esposa passou pelo furacão Irma no Caribe com um de nossos cães. Quando Irma passou da categoria 3 para a categoria 5 durante a noite, ela não pôde evacuar, pois os últimos voos foram cancelados. Esperando o pior, ela empacotou os suprimentos que ela e o cachorro precisariam caso a ilha sofresse danos catastróficos. A dupla foi para um abrigo contra furacões e se preparou para se agachar. Irma poupou em grande parte a ilha em que estava, ao contrário das vizinhas Barbuda e Anguila, mas foi por muito pouco.

De incêndios a inundações e furacões, o pior pode acontecer e acontece aos donos de cães em todo o país. Assim como você deve ter um plano para os humanos de sua família, você também precisa de um plano de desastre para seu cão.

Avalie os riscos climáticos severos

É impossível estar preparado para tudo, mas saber quais desastres naturais têm maior probabilidade de afetar sua área pode ajudá-lo a planejar o maior número possível deles, sejam incêndios florestais, tornados ou furacões. Depois de entender os tipos de situações que podem acontecer, fica mais fácil saber quais suprimentos manter em mãos.

O site oficial do Departamento de Segurança Interna, Ready.gov, compartilha algumas dicas para se manter informado. Considere manter um rádio meteorológico NOAA configurado para sua estação de emergência local. Você também pode receber alertas de mau tempo do Serviço Meteorológico Nacional por meio de um aplicativo criado pela Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (FEMA).

Cão pastor da Anatólia deitado dentro de sua caixa aberta.

s-eyerkaufer via Getty Images

Prepare um kit de primeiros socorros para cães

A maioria das emergências exige um kit de primeiros socorros. Este kit deve incluir suprimentos médicos, comida e água e tudo o que você possa precisar para cuidar de um cão ferido. Junto com todos os suprimentos de primeiros socorros, pode ser útil incluir uma cópia dos registros médicos, registros de vacinação e números de telefone de emergência do seu cão.

Lista de verificação para evacuação de animais de estimação

As evacuações são estressantes. Você pode ter que deixar para trás bens valiosos e muitas vezes terá muito pouco tempo para decidir o que levar. A última coisa com que você quer se preocupar é com o que seu cão precisará.

Elabore com antecedência uma lista de verificação de evacuação para animais de estimação que cubra o essencial. Certifique-se de que você e qualquer pessoa que observe regularmente seu animal de estimação saibam onde encontrar a comida, os medicamentos, os registros médicos, a coleira e a caixa do seu cão.

Se por algum motivo você precisar hospedar seus cães, precisará de um comprovante de vacinação. No caso raro de seu cão se perder, você também vai querer todas as informações médicas dele em mãos.

Plano de Evacuação de Animais de Estimação

Se você tiver que sair de casa, os cães complicam as coisas. Nem todos os hotéis aceitam animais de estimação. Pode ser mais difícil encontrar amigos e parentes dispostos a abrir a casa para você e seu cachorro. Por causa da Lei de Padrões de Evacuação e Transporte de Animais de Estimação, comunidades em mais de 30 estados têm abrigos que acomodam pessoas com animais de estimação. Descubra o que está disponível em sua área antes que ocorra um desastre.

Também é uma boa ideia pesquisar redes de hotéis que aceitam animais de estimação como parte de seu plano de preparação para emergências. Você também deve considerar treinar seu cão na caixa. Cães treinados em caixas podem ser acomodados mais facilmente porque se sentem confortáveis ​​​​passando o tempo em suas caixas.

Golden Retriever segurando uma bolsa de primeiros socorros na boca ao ar livre.

Fotos PK via Getty Images

Mantenha-se atualizado sobre vacinas para cães e informações sobre microchips

Nada fecha as portas mais rapidamente do que a falta de comprovação de registros de vacinação, especialmente para doenças perigosas. Manter seu cão atualizado sobre as vacinas oferece proteção contra doenças como raiva, cinomose ou leptospirose, ao mesmo tempo que aumenta a chance de ser admitido em abrigos e canis de ajuda humanitária. Além disso, se você e seu animal de estimação se separarem, é muito mais provável que cães com microchips sejam devolvidos ao dono.

Colocar o microchip em seu cão é apenas o primeiro passo. Você também precisa registrar o microchip com um número de telefone atual para que abrigos e hospitais veterinários possam entrar em contato com você caso encontrem seu cão. Você pode até olhar para uma coleira com tecnologia GPS para maior tranquilidade.

Prepare seu carro para emergências inesperadas

Se você estiver viajando com um cachorro, poderá encontrar um desastre para o qual não está preparado, como descobriram os turistas na Flórida e no Caribe quando os furacões Irma e Maria atingiram em 2017, com semanas de diferença. É por isso que é essencial ter um plano de desastre que acompanhe você. Para os donos de cães, isso significa manter uma sacola para animais de estimação no carro. Isso deve incluir um kit de primeiros socorros caninos, documentação veterinária, ração e água para animais de estimação, informações de contato do seu veterinário e uma caixa de viagem.

Cavalier King Charles Spaniel ao ar livre bebendo de uma tigela de água portátil.

Banepx via Getty Images

Considerações adicionais para o seu plano de emergência

Certifique-se de que sua família conheça os detalhes de seus planos de evacuação, pois eles podem variar significativamente entre os diferentes donos de animais de estimação. Por exemplo, se você possui um canil de criação ou esportivo, evacuar seus cães será uma operação maior. Você terá que providenciar o transporte de vários cães. Além disso, você precisará garantir comida suficiente para todos eles, bem como quaisquer suprimentos adicionais necessários para ninhadas ou fêmeas em cio.

A personalidade do seu cão também desempenha um papel. Nem todos os cães se dão bem com os outros. Se você sabe que seu cão tem problemas em ambientes lotados, considere embalar uma caixa e talvez até mesmo uma focinheira macia para protegê-lo. Se estiver frio no seu local, você também pode colocar um cobertor ou toalha sobre a caixa. Isso permitirá que você dê alguma privacidade ao seu animal de estimação.

Os medicamentos também podem causar complicações. Você precisará de um refrigerador e gelo à mão para medicamentos que precisam ser refrigerados caso haja falta de energia. Converse com seu veterinário sobre como preservar a integridade da medicação do seu cão e o que fazer se ela perder potência.

Depois de estabelecer um plano, você deve praticá-lo o máximo possível. Se você tiver um abrigo contra tornados em seu quintal, ensine seu cachorro a entrar e sair dele. Se você acha que seu cão pode precisar de amordaçamento durante uma emergência, você pode testar colocar o focinho com antecedência. Certifique-se de usar reforço positivo para que a ação não acrescente estresse a uma situação já estressante. Mais importante ainda, a obediência básica ajudará a garantir que seu cão permaneça seguro, ao mesmo tempo que permitirá que você se concentre em manter sua família unida.

Artigos Relacionados

Cães podem comer romãs?
Nutrição

Cães podem comer romãs?

As romãs estão cheias de antioxidantes, potássio e fibras. Enquanto você está saboreando romãs, você pode se perguntar se os cães podem comer essas guloseimas

Veja mais »